MIGUEL ANGELO DOMINATO

  a g u a r d e m :  C O L E T A N E A    D E    P O E M A S   S E N S U A I S

Textos

RÉQUIEM PARA O ZÉ . . .
Até tu, Zé
Que ninguém mira e quase todos acertam
Que desperta pena, quando você é só bondade
Até tu,
Zé sem nome
Que quando passa,
Sede
Frio,
Cansaço, ou
Fome.
Ninguém te escuta
Ninguém te fala
Todos se calam, e
Você Zé
Sobrevive,
A maldade,
A arrogância
A indiferença
A falta de Deus
Em todos os homens
Você representa:
Zé Migué,
Zé Márcio
Que mesmo pela
Sua importância
Não passa de um Zé
Zé Ricardo,
Zé Maria
Zé Tonho
Todos os Zé’s  
Deste mundo bisonho,
Deste mundo de deboche
E descalabros humanos.
Em que todos os Zé’s
É representado por
Você Zé.


MIGUEL ANGELO DOMINATO
Enviado por MIGUEL ANGELO DOMINATO em 04/05/2019
Alterado em 05/05/2019
Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras